sexta-feira, 3 de agosto de 2012

QUANDO O SONHO É UMA REVELAÇÃO DE DEUS?


E disse José: Ouví, peço-vos, este sonho que tenho sonhado...” (Gn 37.6).
Todos os grandes momentos de Deus na vida de José foram marcados com os sonhos. Inicialmente, seus sonhos geraram grandes oposições, até mesmo de seu pai. Talvez, não era hora de contá-los, mas, o garoto deixou extravasar o que Deus colocara em seu coração. Por causa de seus sonhos, José foi banido do seu meio e dado como esquecido, mas “Deus trabalha no turno noite”.
Os sonhos continuaram na vida desse servo de Deus de maneira crescente. José continuou não só a sonhar, mas a interpretar os sonhos de outros. Assim fora crescendo e aguardando o momento “Kairós” de Deus em sua vida. Veja a sequência: Sonhou enquanto na casa de seu Pai, depois foi intérprete dos sonhos do copeiro mor e padeiro mor. Posteriormente, durante mais um período de esquecimento, o copeiro foi obrigado a lembrar-se de José, quando Faraó sonhou e não havia quem o interpretasse. O copeiro foi curado da amnésia e disse: “dos meus pecados me lembro hoje” (Gn 41.9). Assim José foi introduzido a casa de Faraó e interpretou os seus sonhos e entrou definitivamente no cumprimento dos sonhos que Deus lhe dera ainda quando era garoto. Não desista dos sonhos que Deus colocou em seu coração. No tempo certo, tudo virá à tona, e Deus será glorificado em sua vida. Abraços.
Shalom... Pr. Croce.

Um comentário: